Arquivo da tag: convite ao teatro

Descalça?, hoje no Barracão

“Não se nasce mulher: torna-se”. A famosa frase de Simone de Beauvoir não resume este espetáculo, mas serve bem para apontar um de seus pontos cruciais. Sem dúvida, na construção da mulher, a relação mãe / filha é fundamental e é justamente o feminino – sua construção, seu lugar no mundo, sua condição – a partir dessa relação, o que o trabalho aborda. Nunca, num viés determinista em que a mulher mãe e a educação que dela provém fazem a mulher filha, mas na perspectiva de que a interação entre as duas é constitutiva de ambas. Para tanto, a psicanálise, a literatura e relatos pessoais foram tomados como referências. São histórias de 24 mulheres que serão interpretadas ou narradas por 02 atrizes.
Duração: 40 minutos

Histórico do espetáculo
O espetáculo “Descalça?” É o primeiro trabalho do Grupo Beta de Teatro e é resultado de 2 anos de processo. O grupo partiu de uma idéia e iniciou pesquisa teórica e prática sobre o assunto, firmou parceria com o Grupo Z de teatro, cujos artistas participaram da montagem. Utilizaram-se do processo colaborativo de criação, por acreditarem na importância dos papéis de todos os artistas envolvidos no processo.
O espetáculo recebeu 02 prêmios para sua montagem: “Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2008” e o “Edital de Residência Artística da Secretaria Estadual de Cultura do Espírito Santo 2009”.
Através deste Edital de Residência Artística, o espetáculo pôde trabalhar com a diretora paulista Aline Ferraz, que junto com Fernando Marques dirigiu o espetáculo.
Além dos prêmios de montagem, após a estréia, o espetáculo foi contemplado por mais dois prêmios, ambos de circulação: Prêmio Funarte de teatro Myriam Muniz 2010 e Edital de Circulação da Secretaria estadual de cultura do Espírito Santo.
O Prêmio Funarte de teatro Myriam Muniz 2010 promoverá a circulação do espetáculo por cinco regiões, em 9 cidades, com o total de 15 apresentações e bate-papos.

Ficha técnica completa do espetáculo:

Direção: Aline Ferraz e Fernando Marques
Dramaturgia: Fernando Marques / Elenco: Telma Smith e Lorena Campoi / Produção: Telma Smith e Lorena Campoi
Preparação corporal: Francina Flores / Cenário, figurino e adereços: Francina Flores/ Concepção de Luz: Carla van den Bergen

Montagem e Operação de Luz: Daniel Boone / Operação de Som: Carla van den Bergen
Designer gráfico: Fernando Marques / Gravação de Violino: Eliézer de Almeida / Fotos: Ivna Messina

DIA   11 de fevereiro

Às 21h  no  Teatro Barracão  /  Idade Mínima:  12 anos  /  Entrada Franca.

INFORMAÇÕES: 44 3262-3232

 

“Não se nasce mulher: torna-se”. A famosa frase de Simone de Beauvoir não resume este espetáculo, mas serve bem para apontar um de seus pontos cruciais. Sem dúvida, na construção da mulher, a relação mãe / filha é fundamental e é justamente o feminino – sua construção, seu lugar no mundo, sua condição – a partir dessa relação, o que o trabalho aborda. Nunca, num viés determinista em que a mulher mãe e a educação que dela provém fazem a mulher filha, mas na perspectiva de que a interação entre as duas é constitutiva de ambas. Para tanto, a psicanálise, a literatura e relatos pessoais foram tomados como referências. São histórias de 24 mulheres que serão interpretadas ou narradas por 02 atrizes.

Duração: 40 minutos

Histórico do espetáculo

O espetáculo “Descalça?” É o primeiro trabalho do Grupo Beta de Teatro e é resultado de 2 anos de processo. O grupo partiu de uma idéia e iniciou pesquisa teórica e prática sobre o assunto, firmou parceria com o Grupo Z de teatro, cujos artistas participaram da montagem. Utilizaram-se do processo colaborativo de criação, por acreditarem na importância dos papéis de todos os artistas envolvidos no processo.

O espetáculo recebeu 02 prêmios para sua montagem: “Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2008” e o “Edital de Residência Artística da Secretaria Estadual de Cultura do Espírito Santo 2009”.

Através deste Edital de Residência Artística, o espetáculo pôde trabalhar com a diretora paulista Aline Ferraz, que junto com Fernando Marques dirigiu o espetáculo.

Além dos prêmios de montagem, após a estréia, o espetáculo foi contemplado por mais dois prêmios, ambos de circulação: Prêmio Funarte de teatro Myriam Muniz 2010 e Edital de Circulação da Secretaria estadual de cultura do Espírito Santo.

O Prêmio Funarte de teatro Myriam Muniz 2010 promoverá a circulação do espetáculo por cinco regiões, em 9 cidades, com o total de 15 apresentações e bate-papos.

Ficha técnica completa do espetáculo:

Direção: Aline Ferraz e Fernando Marques

Dramaturgia: Fernando Marques

Elenco: Telma Smith e Lorena Campoi

Produção: Telma Smith e Lorena Campoi

Preparação corporal: Francina Flores

Cenário, figurino e adereços: Francina Flores

Concepção de Luz: Carla van den Bergen

Montagem e Operação de Luz: Daniel Boone

Operação de Som: Carla van den Bergen

Designer gráfico: Fernando Marques

Gravação de Violino: Eliézer de Almeida

Fotos: Ivna Messina

DIA 11 de fevereiro

Às 21h

No Teatro Barracão

ESPETÁCULO TEATRAL “DESCALÇA ?”

IDADE MÍNIMA 12 anos

Isento de Custo

INFORMAÇÕES: 44 3262-3232

 


Programação de fevereiro

04/02.  COTIDIANO, O TEMPO TODO

A apresentação foi criada a partir de poesias de importantes autores como Carlos Drummond de Andrade, Fernando Pessoa, Fernando Guimarães e Cecília Meireles. Retrata a rotina do homem moderno, que muitas vezes sem direção acaba perdendo sua essência. Aborda temas como amor, violência, submissão, neurose, ódio e esperança. Utiliza recursos da poesia, música, dança, teatro e circo.

Começa às 21 horas no Teatro Barracão. Censura Livre.

Espaço Sou Arte: Cia Téspis de Teatro

11/02. Peça DESCALÇA

Na formação da mulher, a relação mãe/filha é de extrema importância, a partir desse pensamento, a peça aborda o feminino, sua construção, seu lugar no mundo e sua condição. Na encenação são contadas histórias de 24 mulheres que serão interpretadas ou narradas por duas atrizes. O espetáculo recebeu 2 prêmios para sua montagem: “Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2008” e o edital de resistência Artística da Secretaria Estadual de Cultura do Espírito Santo 2009. Além desses prêmios de montagem, depois de sua estreia o espetáculo foi contemplado com o Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2010 e Edital de Circulação da Secretaria Estadual de Cultura do Espírito Santo.

Começa às 21 horas no Teatro Barracão. Censura: a partir dos 12 anos.

Grupo Beta de Teatro, parceria com SESC.

18/02. MAIS UMA FOLIA DE JOÃO GRILO E CHICÓ.

A comédia conta a história dos amigos inseparáveis, João Grilo e Chicó, personagens da cultura nordestina. Os dois amigos estão sempre em busca de aventuras e armações. Em uma dessas aventuras eles invadem a Fazenda do Coronel Venceslau, o mais importante e rigoroso da região. A ideia inicial era apenas roubar algumas galinhas porém eles acabam até marcando casamento com Lindaura, a filha solteirona do Coronel.

Começa às 21 horas no Teatro Barracão. Censura Livre.

Cia Sou Arte de Circo, Teatro e Dança,

25/02. A NOITE DE VARIEDADES

Circo, teatro e dança.

Começa às 21 horas no Teatro Barracão. Censura: Livre.

Da Cia Sou Arte de Circo, Teatro e Dança.

Entrada Franca. Outras informações pelo telefone 3218-6100. Não será permitida a entrada após o início do espetáculo. O teatro tem capacidade de 240 lugares, este número não poderá ser excedido.

%d blogueiros gostam disto: