Especial do mês: Harold Pinter

Como prometido, a partir de hoje o Cénico começa a trazer mensalmente um apanhado de informações sobre determinado dramaturgo ou diretor, com biografia, resenha de algumas obras, indicação de leitura e opinião de quem conhece. Sem o compromisso de esmiuçar detalhadamente vida e obra de nenhum artista, servirá mais como apresentação e indicação de bons nomes da dramaturgia contemporânea.

E para inaugurar a coluna mensal trago o ator, diretor, dramaturgo, poeta, roteirista e ativista político britânico Harold Pinter. Nascido em 10 de outubro de 1930, morreu recentemente, na véspera do natal de 2008.

Pinter escreveu 29 peças, entre as mais reconhecidas estão Festa de Aniversário (The Birthday Party, 1957), O Porteiro (The Caretaker, 1959), Traição (Betrayal, 1978), Volta ao Lar (Homecoming, 1965), todas adaptadas ao cinema. Entre seus roteiros para cinema mais reconhecidos está A Mulher do Tenente Francês (The French Lieutenant’s Woman, 1981).

Quando de passagem em Maringá, o diretor Roberto Alvim comentou a crítica sobre o trabalho de Pinter na época. Especialistas declararam que seus textos possuíam buracos inexplicáveis. Em resposta, Pinter disse que era muito mais difícil cavar esses buracos para que todos caíssem. Alvim ganhou o prêmio Bravo! de Melhor Espetáculo, com a montagem de um dos textos do dramaturgo britânico, O Quarto.

O Especial do Mês continua, o próximo post será a biografia de Harold Pinter.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: